Inscrições para o vestibular do IFPE começaram nesta segunda

omeçam nesta segunda e vão até 18 de outubro as inscrições para o vestibular do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). Serão oferecidas 6.178 vagas em cursos técnicos e superiores, além de educação a distância, distribuídos no Recife e em mais oito unidades do interior do Estado. Interessados em participar devem se inscrever apenas pela internet, no endereço www.ifpe.edu.br. As provas estão marcadas para 16 de dezembro.

Pela primeira vez, o vestibular será unificado. A expectativa da comissão organizadora é que pelo menos 40 mil pessoas se cadastrem no processo seletivo. A inscrição custa R$ 20 para os cursos técnicos e R$ 40 para os superiores. Amanhã, no site do IFPE, haverá a publicação da lista com os nomes dos candidatos que solicitaram isenção e foram contemplados. A orientação é que quem tiver conseguido gratuidade deve se inscrever normalmente. Em seguida, o sistema identificará que a pessoa não precisará pagar a taxa.

Inscrições podem ser feitas até o dia 18 de outubro e as provas estão marcadas para 16 de dezembro.

Há 5.478 vagas em cursos técnicos, das quais 3.776 para a modalidade subsequente (candidatos que já têm ensino médio) e 1.702 para o integrado (ensino médio concomitante ao ensino técnico). No campus Barreiros, na Zona da Mata, foi criado o técnico em instrumento musical. Para o nível superior, o vestibular terá 700 vagas em 21 cursos. Outras 664 vagas serão preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC). Para concorrer a essas vagas do Sisu, é preciso antes participar do próximo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nos dias 3 e 4 de novembro.

Uma das novidades no vestibular deste ano é a extinção do ponto de corte. Até a seleção do ano passado, o candidato que tirasse zero em uma das provas era eliminado. Agora, só será desclassificado se ele zerar todos os testes. Com a lei federal que estipula 50% das vagas para egressos de escolas públicas, o IFPE vai incluir os alunos que estudaram na rede federal de ensino. Desde 2006, metade das vagas já é destinada a candidato que cursou a escola pública.

Fonte: NE10

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *